Rapidinhas: espanhol <> português

Hoje inauguro a série Rapidinhas, para compartilhar um pequeno glossário de expressões e frases que ouço com frequência aqui na Espanha e vou compilando. Aqui vai a primeira delas:

  •  pase lo que pase <> aconteça o que acontecer

Como sempre, comentários são bem-vindos. A partir da próxima postagem da série, darei um pouco de contexto (se necessário) e irei diretamente ao verbete, sem preliminares. Até lá!

Translating Digital Marketing Content Part 2: Get

As promised, today I’ll discuss the translation of the verb ‘to get’ into Portuguese in the marketing field.

We know that this verb is a bit of a wild card in English, but unfortunately, there is no equivalent wild card in Portuguese. Therefore, we’ll need to use different verbs and structures on a case-by-case basis if we want to sound natural and avoid always using the verbs ‘ter’ and ‘obter’.

Below are some real examples and their suggested translations.

‘Get everything you need to attract more customers’

This phrase is often used by software companies to sell their product. Instead of translating it literally as ‘obtenha tudo o que você precisa para atrair mais clientes’, try stepping back a little and saying ‘implemente uma solução completa para atrair mais clientes’ or ‘aumente sua clientela com nossa solução completa’.

‘Get started’

Depending on the context, ‘get started’ could be ‘comece hoje mesmo’, ‘introdução’, or even ‘fale conosco’ when it is a link that leads the viewer to a contact page.

‘Get better results’

Here we have a more obvious option on the one hand — ‘obtenha melhores resultados’ — and less obvious ones on the other — ‘melhore os resultados’ or ‘aumente sua receita’.

‘Get inspired’

It’s much more natural to say ‘inspire-se’ than ‘fique inspirado’.

‘Get smart’

The other day, I saw this phrase translated as ‘fique inteligente’ in a revision task. I understood the reader might feel offended and think we’re saying he isn’t intelligent and should become so. To avoid this friction, how about ‘explore o seu talento’, ‘aguce sua inteligência’, ‘estimule sua capacidade’, or something similar?

‘Get access to people-based marketing platforms’

Sometimes, it is just a matter of researching a little or asking for context. Here, instead of saying ‘tenha/obtenha acesso a plataformas de marketing baseado em pessoas’ we could say ‘garanta seu acesso a plataformas …’ or ‘solicite seu acesso a plataformas …’, or even ‘acesse plataformas …

‘Get our free guide’

I have nothing against ‘obtenha nosso guia gratuito’, but if it is a direct link to copy, then we could say ‘baixe o nosso guia gratuito’. If we have to place an order first, how about ‘solicite o nosso guia gratuito’? We could also say ‘garanta uma cópia gratuita do nosso guia’.

Final Thoughts

To avoid being repetitive and always translating ‘get’ as ‘ter’ or ‘obter’, we should find the most suitable Portuguese verb in every situation to sound as natural as we can. There are many different options out there, including ‘ter’, ‘obter’, ‘receber’, ‘adquirir’, ‘comprar’, ‘pegar’, ‘conseguir’, ‘buscar’, ‘procurar’, ‘acessar’, ‘ficar’, ‘garantir’, ‘solicitar’ and more. It’s all about getting the right option for the right context.

The next tricky verb on my list is an idiom: ‘make sure’. If you have any suggestions for verbs that should be added, please leave a comment. See you soon!

Photo by Nigel Tadyanehondo on Unsplash

Regência verbal: verbo avançar

Na minha experiência como revisor de textos e traduções, grande parte das correções estão no campo da regência verbal. Atribuo esses erros a que muitas vezes escrevemos “de ouvido”, por intuição, sem ter o domínio da regência de determinados verbos na norma culta. Perdoável.

E após revisarmos nosso texto e o uso que fizemos desses verbos, deixamos passar o erro sem consultar a regência verbal, seja no dicionário, seja em obras específicas sobre o assunto. Menos perdoável.

O exemplo de erro de regência de hoje vem da caneta de um político que, no último fim de semana, esbravejou nas redes sociais contra a imprensa nos seguintes termos: “A Folha de São Paulo avançou a todos os limites, transformou-se num panfleto ordinário às causas dos canalhas.”

Motivo do erro: usar verbo transitivo direto como indireto. O verbo avançar, no sentido de superar, é transitivo direto. Portanto, não há necessidade da preposição “a”. Seria correto (gramaticalmente) dizer: “A Folha de São Paulo avançou todos os limites…”

Aproveito para recomendar novamente o excelente Dicionário Prático de Regência Verbal, de Celso Luft. Para quem trabalha com a língua escrita, tê-lo sempre ao alcance da mão é garantia de qualidade.

Até a próxima!