Espanhol x português: regência diferente (4)

“Aprender de alguien” (es) x aprender com alguém (pt). Embora também seja possível, em português, dizer “aprendi de meus pais”, o mais frequente é dizer “aprendi com meus pais”. Já em espanhol, o mais frequente é dizer “aprendí de mis padres”.

Exemplos: (es) “Sin duda, el paso del tiempo a veces es algo agradable y solo basta con mirar para ver, para aprender de los errores, para redecorar la casa que habitamos y limpiar el polvo de las esquinas.” Fonte: El País

(pt) “Que aprendi contigo? Aprendi a olhar uma pessoa trançando fios elétricos.” (Clarice Lispector, em “A paixão segundo G.H.”)